Blog Comunidade Semana do Linux

 Blog Comunidade Semana do Linux

Especialização em Linux vale a pena?

Especialização em Linux vale a pena?

O grande mercado de Ti existente no Brasil está em expansão e as habilidades desejadas pelos contratantes fundamentam-se cada vez mais no pensamento crítico e menos em receitas de bolo.

Nesse cenário, especialistas destacam-se por entenderem os pontos principais dos projetos, principalmente, os caminhos que devem ser tomados, caso alga dê errado. Dentre as especializações, existe a especialização em Linux, que torna o profissional ainda mais focado nessa característica de entender o problema a fundo.

Vejamos como isso está presente no panorama atual de mercado, porque o mercado precisa de especialistas e Linux e as principais áreas de atuação.

Panorama do mercado atual

No momento, as empresas buscam por profissionais certificados. Dessa forma pode-se agregar valor ao produto. Em pesquisa da IDC, foi previsto que a área de TI excederá o PIB do país, e deve terminar este ano de 2015 como o sexto setor com mais investimentos (com aumento de 7,3%).

Contudo, a companhia SOFHAR Gestão & Tecnologia aponta que esses investimentos trarão com a demanda um recrutamento mais rígido por parte dos RHs. Dentre as habilidades esperadas para o profissional de estão a capacidade de acertar da primeira vez, entregar o serviço com a qualidade aferida e fugir das coisas irrelevantes.

Por que o mercado precisa de especialistas em Linux

Um padrão decorre de um conjunto de normas, que torna possível a reprodutibilidade e armazenamento de informações em arquivos. Tira também do conceito de caixa preta existente em padrões proprietários como os do MS Office e permite a verificação do que realmente acontece em um arquivo.

Essa demanda irá crescer graças às características dessa plataforma. Maior velocidade, economia em licenciamento, facilidade na administração e na atualização, são algumas dessas características. Existem ainda previsões sobre a utilização futura dos ambientes Linux, como:

  • Possibilidade de manipulação de grande volume de dados, impactando em tendências como Cloud, Big Data e IoT.
  • Captura de mercado, com a utilização de servidores de forma colaborativa.
  • Maior impacto na área onde Linux já domina: automação residencial e automobilística.
  • Maior impacto em Mobile, por ser uma solução de e para usuários.

Áreas de atuação para profissionais especializados

As vagas para o profissional especializado em Linux vão do desenvolvimento (analista, arquiteto, programador), suporte (técnico ou analista) e segurança (uma das áreas que estão mais visíveis no momento graças a tendência mobile).

Essas vagas giram em torno de algumas áreas com os seguintes assuntos:

  • Controle de internet: autenticação de acessos, qualidade do serviço, redes, redundância de links.
  • Firewall: IpTables, firewall de software implementados em máquinas Linux.
  • Servidor de arquivos: máquinas virtuais, redes, integração.
  • Banco de dados: instalação, otimização, backup.

Independente do sistema operacional ou da plataforma tecnológica, o mercado anseia por bons profissionais. Capacite-se e crie uma postura profissional, que certamente seu futuro na área de tecnologia estará garantido.

Em sua empresa existe a necessidade de profissionais Linux? Deixe um comentário.

Continue acessando nosso blog para saber mais sobre TI e capacitações Linux.

Por que usar softwares livres gráficos?
É possível ganhar dinheiro com software livre?