Blog Comunidade Semana do Linux

 Blog Comunidade Semana do Linux

A história do Android

A história do Android

Você conhece a história do Android? Veja, a seguir, todas as informações sobre o nascimento e desenvolvimento do Android.

Android e sua história

Se eu disser “Android”, a grande maioria de vocês vai me dizer “Google”. Você está certo agora, mas a história começa muito antes da chegada da empresa Mountain View no sistema operacional. Na verdade, tudo começou com uma empresa americana precisamente chamada Android, fundada em 2003.

Em seguida, foi comprado pelo Google dois anos depois (em 2005). O objetivo principal era desenvolver um sistema operacional que permitisse ao usuário interagir com ele. Você já deve saber disso, mas no passado cada fabricante desenvolveu seu próprio sistema de bordo. 

Portanto, era impossível projetar um aplicativo compatível em todos os dispositivos, muito menos nas bibliotecas de desenvolvimento disponibilizadas que eram restritas para que os segredos comerciais das marcas não fossem divulgados.

No primeiro mês de 2007, a marca Apple apresentou uma verdadeira revolução: o iPhone. É aqui que tudo mudou. O sistema iOS foi pensado para ser moderno, bem à frente da tecnologia atual e o anúncio feito pela Apple foi um grande tapa na cara da concorrência. Como poderia ter sido feito melhor? Diferentes marcas de telefones já pensaram nisso.

Pela primeira vez, eles chegaram a um acordo, e desse acordo nasceu a Open Handset Alliance, em novembro do mesmo ano. Concretamente, reuniu nada menos que 35 empresas, incluindo o Google, que sugeriram o desenvolvimento de um sistema operacional de código aberto, para revolucionar o mercado móvel, oferecendo algo novo, e varrer a concorrência (Windows Mobile no era e iOS especialmente).

Atualmente, o projeto Android é um grande sucesso com quase 85% de market share no setor de novos smartphones vendidos (primeiro trimestre de 2016).

Seria hipócrita negar a popularidade deste e torna-se então muito interessante compreender as origens de um sistema de código aberto, face às soluções proprietárias, que continua a crescer e pode num futuro (muito) próximo ter um monopólio real. A hipótese não é tão rebuscada.

Os ativos que tornam o sistema bem-sucedido

O pequeno robô verde apelidado de “BugDroid” agora conquistou o mundo inteiro. Mas sem dúvida você gostaria de saber o que fez a diferença com o sistema Android, experimentar um crescimento tão exponencial em apenas alguns anos.

1. O projeto é de código aberto e gratuito

A grande força do Android vem do fato de usar o kernel Linux e ser um sistema gratuito. Ao contrário do Windows ou Mac OSX, você pode a qualquer momento consultar o código-fonte (que, uma vez compilado, dá o SO), baixá-lo, adaptá-lo ... em suma, você tem um direito real de inspeção e modificação (em seu próprio risco) sobre como o Android é feito e como funciona.

Além disso, está associado também a um grande conjunto de bibliotecas open source, mas que se revelaram, nomeadamente OpenGL para a gestão de imagens 2D e ambientes 3D, WebKit que é utilizado para o navegador de Internet fornecido com Android (e que foi usado para desenvolver o Google Chrome, a nova versão do Opera ou Safari), mas também SQL Lite para gerenciamento de banco de dados. Mencionaremos apenas esses três, mas existem muitos outros (FreeType, SSL, Surface Manager, Media Framework, biblioteca System C, etc.).

2. O sistema é escalável

A segunda vantagem do sistema Android é que ele é escalonável. Por ser um sistema aberto, é, portanto, facilmente transportável de um dispositivo para outro: em nossos smartphones, nossos tablets, mas também em outros dispositivos eletrônicos do cotidiano e até mesmo em nossos veículos.

Além disso, seu próprio funcionamento garante a possibilidade de combinar recursos, a prova é com os serviços do Google, ou seja, a combinação da câmera com geolocalização por exemplo, para definir locais associados às suas fotos.

banner guia linux

Curtiu conhecer mais sobre o mundo Open-source? Acompanhe o blog Semana do Linux.

O Brasil e o Linux (grandes contribuições brasilei...
Quais são os melhores Distros para começar?

Artigos Relacionados